segunda-feira, 7 de maio de 2012

as birras

A Minúscula, em plenos "terrible two", faz birras. O Minúsculo, quase nos 4, birras faz. É normal, todas as crianças fazem e eu sei bem como lidar com elas: não lhes dar tempo de antena.
Agora, o que eu adoro é quando leio "os meus filhos não fazem birras porque eu não permito". Oi? Como é que é? Com assim, não permitem? Estas mentes iluminadas que escrevam mas é um livro sobre como é que isso se faz que vão ficar milionárias!

14 comentários:

Vânia e Mariana disse...

loooooooooooool, isso é que era bom :)Ha coisas em que conseguimos minimizar, tentar que elas não aconteçam, mas não permitir? também compro o livro, lol...
Ainda outro dia tive numa sessão dada por uma psicologa sobre birras, e a conversa começou logo " Boa oticia, as birras são saudaveis preocupem-se é e os seus filhos não fizerem birras, então algo ta mal :).
Beijinhos,

Paula disse...

Gostei :) Eu compro o livro!

Magui disse...

Deixei-te um desafio no meu blog... Beijinhos

triss disse...

ahahah, muito bom :-)

Lice disse...

Bem assim que for escrito vou comprar sem dúvida!! O palmo e meio de gente que tenho lá em casa despertou para as birras, acho que um dia também fui uma daquelas que dizia que os meus filhos nunca seriam assim hehehe!! Ah pois não, é vê-las agora :)
Beijinho e boa semana

mãe pimpolha disse...

O meu faz birras do melhor, eu tb gostava de não permitir, mas o gajo tem mais força que eu. LOL
Beijocas

Kiki disse...

hahahahahah Acho que compreendo essa expressão!
No caso da Luísa, as birras duram 5 segundos! Porque ela começa, eu lanço o olhar 37 e digo um Acabou, não acabou? e ela percebe. Mas também acho que tem a ver com o feitio dela! Só fez uma birra daquelas shopping-a-espernear-no-meio-do-chão-com-pessoas-a-olhar. Agarrei nela com firmeza e disse-lhe que foi a primeira e última vez que fez aquilo e assim foi. Tive sorte! Com o Vicente já não é assim porque ele está-se nas tintas para mim... Mas acho que a culpa também é minha! O cansaço faz-me ser menos firme... E o gajo já me topou! :P
E agora tenho a Gigi ao lado... Quando ralho com um deles, eles olham um para o outro e desatam-se a rir! Literalmente a gozar com a minha cara! Mete-me uns nervos!!!!!

Fi disse...

estás a falar do post da Pipoca? é lindo o que se lê por lá :) eu junto-me à fila para a aquisição do livro!

Full-time Mom disse...

Fi, sim! lol Quer dizer, não é bem do post, porque o post é apenas mais do mesmo. A mulher estava bem era numa ilha deserta, aí não era perturbada... O que eu gosto mesmo é de alguns comentários que lá estão! :D

Mamã Petra disse...

Quero um livro desses já, e sim tive um filho que nunca fez birras e sim pensei que era uma iluminada e depois nasceu a Margarida e a minha vida mudou, birras de levar ao suicidio, birras de me fazer arrepender do dia em que me tinha metido nisso de ter o 2º filho, birras de desejar nunca mais ter filhos, mas depois passaram e continuo a adorar ser mãe, e quando ouço ou vejo uma iluminada, conto logo a minha versão.

Beijinhos

Mara Quinta disse...

Nem me digas nada. A miúda anda possuída... que raios pá! Onde é que está o livro de instruções?
Também li o post da Pipoca e pagava para ver o cuspo que algumas comentadoras atiram para o ar a cair-hes na testa quando forem mães... e nem vou falar nas que sofrem de amnésia. Já estou como o outro... antes as birras do que a apatia - isso sim, sinal de alarme.
Beijinhos

Sónia disse...

se isso fosse assim era bem bom :)

Sofia disse...

No mundo virtual há muita gente assim...Porque é mesmo virtual.
Volta e meia os filhos não fazem birras porque pura e simplesmente não os conhecem, não estão com eles tempo suficiente para os verem e conhecerem.
Eu uso sempre o exemplo do meu marido, que era um santo, segundo a minha sogra, mas que ficava na creche de manhã à noite (por necessidade...trabalho e etc)...claro que na meia hora por dia ou pouco mais que estava com ele, ela nem via mal nenhum!
O meu faz montes de birras. E não é por não se ter mão nele. Acho bem que as faça agora, antes agora do que quando for crescido e não possa chorar e espernear. O que eu faço quando ele está a fazer birras é dizer : "isso, força, deita tudo cá para fora para te aliviar o stress que assim dormes melhor de noite" e ele, malandro!, pára logo em menos de nada looool
Bjs

Sara disse...

Já sabemos perfeitamente que n permitem...ou dão mt porradinha ou uns sedativos...Ainda bem que descobri o teu Blog :) Adorei...pq faço parte desta equipa de full time mum :)