quarta-feira, 28 de novembro de 2012

minusculus terribilis

Meu Minúsculo anda um insubordinado de primeira. Às vezes parece que não ouve nada do que digo, não faz nada que o mande!

Minúsculo, anda cá! E ele foge...
Minúsculo, sai da piscina! E ele ainda faz mais 100 metros de crawl...
Minúsculo, vem para a mesa! E ele ainda tem de ir buscar um brinquedo, ou um livro, ou ir fazer xixi, ou, ou...
Minúsculo, pára de saltar em cima do sofá! E ele ainda dá mais uns pinotes só para provocar.

Acaba por fazer o que eu mando, mas tenta arranjar sempre maneira de fazer outra coisa antes e de me contrariar.
É lindo, meigo, maravilhoso... mas há dias que me põe doida. Quando ralho ou contrario faz birras de meia-noite. Não é que se atire ao chão a espernear, mas grita como se o estivessem a matar. Ontem quase que me levou ao extremo e esteve mesmo por um triz para levar uma palmada.
Por um lado acho que está só a comportar-se como qualquer criança de quatro anos e meio, por outro questiono-me se as regras que lhe tenho dado não são suficientes e se estou a falhar na educação dele.
Hoje está de castigo e não há desenhos animados nem bicicleta para ninguém.
Na escola: um santo!

E pronto, venham de lá esses comentários anónimos ressabiados cruxificar "a mãe perfeita" que afinal de contas não tem mão na cria.

Curiosidade: este é o primeiro post que faço com a etiqueta birras. Por isso, se calhar, a coisa nem é tão má como a estou a pintar.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Era uma vez um cavalo...

... que veio na carrinha da DHL!!! :D



Só falta envernizar e embrulhar, é a prenda de Natal da Minúscula e vai ficar radiante!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

primark

Da primeira vez que lá fui só vi coisas de jeito na secção de bebé, e obviamente o tamanho 12-18 já não serve aos meus Minúsculos. Não comprei nada.
Da segunda vez comprei calças de fato de treino para o Minúsculo levar para a escola, muito baratas a 4 euros, e um pijama de Halloween para cada um dos Minis, 6 euros cada. Mais nada me encheu a vista.
Da terceira, e como à terceira é de vez!, vi montes de coisas giras! Para o Minúsculo veio um colete de penas, calças de ganga e de bombazine (a 6 euros! como é possível?), duas camisolas e um pijama polar. Para Minúscula veio um conjunto de três peças (calção de fazenda + sweat + colete de pêlo = 16 euros, como é possível?) e um pijama polar.

Mudando de assunto...

Já alguém experimentou os collants canelados da Zara para criança? Sabem dizer-me se ganham borboto? Também os há na Zippy de óptima qualidade, não ganham borboto nem quando são usados por baixo das calças. O único senão é que não têm as cores que eu queria, como o bordeaux ou o rosa velho. Na Zara há quase em todas as cores.



E este chapéu? Não é um amor? Da Zara. No armário da Minúscula. :)



Actualização: obrigada pelas sugestões da Calzedónia, mas lá não há collants canelados. Entretanto também encontrei na Vertbaudet: três collants canelados por 12,59, com entrega gratuita, mais em conta que os da Zara ou Zippy, que são a 5,95 cada par. ;)

terça-feira, 6 de novembro de 2012

contado ninguém acredita!

Queria um cavalinho de baloiço em madeira para a minha Minúscula. Daqueles que havia antigamente e que agora não há à venda em lado nenhum a não ser a preços exorbitantes. Não fazia questão que fosse novo a estrear, podia ser usado, e acabei por encontrar um jeitoso no OLX, por 20 aéreozitos.
Contactei a vendedora, ela por sorte vinha para a minha zona no dia seguinte e combinámos encontrar-nos para fazer negócio. Encontrámo-nos, eu examinei o bicho, tinha alguns sinais de uso normais, como é óbvio e esperado, nada partido ou rachado, impecável. Era um modelo que a Imaginarium já teve até.
Tentei regatear e perguntei quanto era o mínimo que fazia. Dezassete e meio. Muito bem, fico com ele, vamos só ali ao balcão de atendimento do Continente para eu trocar dinheiro.
Não sei como é que a senhora fez, mas ao pegar no cavalinho para me acompanhar, deixou-o cair, uma das mãozotas descolou-se, e o cavalinho estatelou-se no chão e abriu uma grande rachadela na cabeça! Ficámos as duas para morrer! Ela por ver o negócio estragado e eu desgostosíssima por não poder levar o cavalinho para casa e ver a minha Minúscula delirar!

Digam lá se não era giro?!

domingo, 4 de novembro de 2012

mistério...

Pergunto-me como farão certas bloggers, com vários filhos até, que trabalham fora de casa e que dizem não ter tempo nem para se coçar, para actualizar o blog três e quatro vezes por dia. Mistérios!...

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

autorizante

"Mãe, estás a pôr autorizante?" 
Não foi linda esta saída do meu Minúsculo?

um serão a tricotar

Este tempo mais fresco e invernoso desperta o "frenesim tricotadeiro" que há em mim, que se há-de fazer? :) No serão de ontem tricotei este gorro amoroso para a minha Minúscula. Ficam aqui a foto e as instruções, para quem gostar e quiser fazer também. As instruções estão em inglês, porque aqui a nabiça não sabe seguir instruções de tricô em português... Troquei os botões que era suposto pôr nos olhos, por um bordado - mais simples e económico. ;)


SIZES
Fits a 19-21” inch head. To make larger or smaller increase or decrease by 10.

MATERIALS
125 yards worsted weight wool
US 8 (5 mm) circular needle
US 9 (5.5 mm) circular needle
(or size required to get gauge)
Cable needle
18 (3/8”) buttons for eyes (you can use less if you don’t want eyes on all the owls)
Tapestry needle
Sewing needle
Sewing thread

Stitch guide
CF4: Slip next 2 sts onto cable needle and hold in front of work, K2 from left needle, K2 from cable
needle.
CB4: Slip next 2 sts onto cable needle and hold in back of work, K2 from left needle, K2 from cable
needle.

Owl Cable Chart
Using smaller needle, Cast on 90, join to knit in the round.
Work in K1P1 ribbing for 1 1/2 inches.
Switch to larger needles & knit 3 rows.

Owl Cable Section
Use written direction or follow the chart for the next 19 rounds.
Round 1: Purl across
Round 2-3: (p2, k8)* repeat around
Round 4: (p2, CB4, CF4)* repeat around
Round 5-11: repeat round 2
Round 12: repeat round 4
Round 13: repeat round 2
Round 14-15: (p2, k1, p2, k2, p2, k1)* repeat around
Round 16-17: repeat round 2
Round 18: repeat round 4
Round 19: repeat round 2
Round 20*: Work in stockinette stitch (knit every round) until* work measures 6 1/2” inches including ribbing or to desired length.


Decrease
Round 21: (K8, k2tog)* repeat around
Round 22: (K7, k2tog)* repeat around
Round 23: (K6, k2tog)* repeat around
Round 24: (K5, k2tog)* repeat around
Round 25: (K4, k2tog)* repeat around
Round 26: (K3, k2tog)* repeat around
Round 27: (K2, k2tog)* repeat around
Round 28: (K1, k2tog)* repeat around
Round 29-end: Continue (K1, k2tog) until 8 sts remain.

Break yarn, thread yarn needle with yarn end and thread though remaining stitches pulling tight. Secure. Weave in ends. Using thread sew buttons on for owl’s eyes.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

agendas preenchidas, é o que é!

"O meu filho era para nascer em tal altura assim-assim, mas como não me dava jeito e até tinha escolhido fazer cesariana, antecipei meia dúzia de dias." Assim, tal e qual se muda a marcação na esteticista! Não é o máximo?

vermelho ou encarnado

Porque é que há pessoas que dizem encarnado em vez de vermelho? Ou será que devo perguntar porque é que há pessoas que dizem vermelho em vez de encarnado? Afinal são duas palavras sinónimas e, segundo vários especialistas em semântica, a palavra "vermelho" é a correcta para designar a cor e a palavra "encarnado", não sendo totalmente incorrecta para designar a cor, é um regionalismo, o que a afasta de qualquer conotação "chique" que lhe queiram atribuir.
Segundo vários linguistas, a palavra "encarnado" vulgarizou-se durante o Antigo Regime e em muitos círculos substituiu a palavra "vermelho" devido à conotação política que esta tinha com o Comunismo, ou seja, dizia "encarnado" quem não se queria ver associado com o Comunismo, quer estivesse na verdade  associado a esta ideologia política ou não.
Também durante o Antigo Regime, a comunicação social foi forçada a utilizar a palavra "encarnados" para descrever o Benfica, ao invés do habitual "vermelhos", de modo a não relacionar "vermelhos" com  "vencedores". E esta, hein?!
Será que se pode concluir que a palavra "encarnado" é um termo fascista?

Links úteis:

VERMELHO
ENCARNADO

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

americanos

É, sem dúvida, de louvar o acto benfeitor desta senhora. É que algumas nem aos filhos dão, quanto mais a cães! Respect.
A minha alma está parva, então não é que eu pensava que os cachorros deixavam de mamar pelos 2-3 meses, como os gatos e assim...!

domingo, 28 de outubro de 2012

desilusões

Hoje estou triste e zangada. Triste e zangada porque quando uma pessoa precisa de ajuda e recorre a quem pensa que pode ou quer ajudar, nem uma palavra recebe de volta. Triste e zangada porque as pessoas só ajudam quando recebem algo em troca, quando lhes cheira a dinheiro ou a presentes. Já ninguém tem o pensamento de "Vamos ajudar esta amiga, esta pessoa, porque ela me pediu, porque ela precisa!", mas sim "Vamos ajudar porque vamos ganhar / ter benefícios com isso!".

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

amamentação*

E pronto, aos 31 meses, minha Minúscula passou directamente da mama para a chávena. Um desmame completamente natural! Estou muito feliz por nós as duas, oh se estou! :) Bom, mais por ela, porque eu só cá estava e estou para cumprir o meu papel da melhor forma que conseguir. Não estou exultante por ela ter deixado de mamar, apenas satisfeita por ter sido o mais natural possível, sem ser forçado e sem dramas.

*Prometo que é o último post sobre o assunto. Ou talvez não.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

mais outra(s) sobre casamentos...

Ou despedidas de solteira, que vai tudo dar ao mesmo!
Quando fiz a minha despedida de solteira, convidei as minhas amigas, umas solteiras e outras já casadas, e paguei o jantar a todas.
Entretanto fui a duas despedidas de solteira de amigas que também estiveram na minha e cada uma das convidadas teve de pagar o seu jantar. Não era mandá-las era à merdinha? Acho que vou mas é descontar o valor na prenda de casamento!

Quanto àquele casal que não queria crianças na festa, lá devem ter reconsiderado, ou receberam alguma manifestação de descontentamento, não sei... Ligaram duas semanas antes do casamento a perguntar se as crianças íam, por causa de marcar os lugares e verem se o número justificava uma animadora. Enfim, lá fomos todos. Levei os Minúsculos à igreja e ao jantar e depois de terem comido a sopa e um dos pratos levei-os à minha sogra. Já se tinham divertido e brincado e corrido e saltado imenso e agora era a nossa vez! ;)
Mas antes deste contacto dos noivos já tínhamos decidido ir sem os Minúsculos, tal como eles tinham posto no convite e dizer o seguinte: "Olhem tínhamos o dinheiro para a vossa prenda de parte, mas tivemos de o usar com a baby-sitter com quem tivemos de deixar os Minúsculos!!!" Digam lá se não era bem feito? ihih

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

ainda sobre casamentos...

Em conversa com amigas, uma delas queixou-se que a festa de casamento lhe deu prejuízo, ou seja, esperava que as prendas em dinheiro chegassem para pagar a boda e não chegaram, tendo que pagar ainda cerca de cinco mil euros. Eu confesso que fiquei de queixo caído, até porque fui a esse casamento e achei a conversa um autêntico despropósito. Eu, por acaso, sabia quanto se pagava em média por pessoa na quinta onde ela se casou e a prenda que dei até ultrapassou um pouco esse valor. Mas quem não sabia? Era obrigado a saber? Deve sentir-se mal por dar menos, mas à medida do que pode?
Mas isto agora é assim? Planeiam-se e fazem-se casamentos em grande estilo sem se ter dinheiro para os pagar à partida? Conta-se com "o ovo no cú da galinha"?, como dizia a minha avó.
Quando me casei, os meus pais e os meus sogros quiseram dividir a despesa da boda entre eles, mas isso ficou logo definido à partida, já sabiam mais ou menos quantos convidados seriam e tínhamos uma espécie de "teto máximo" para gastar por pessoa. E foi em função disso que escolhemos o local e o catering. Tudo o resto: fotógrafo, música, flores, convites, lembranças para os convidados, lua de mel, etc. seria à nossa conta. (Menos o meu vestido que foi a prenda dos meus padrinhos e o fato do noivo que também foi a prenda dos padrinhos dele.) 
Nós tínhamos as nossas poupanças e foi de acordo com esse montante que contratámos estes serviços. Ou seja, não contratámos nada que não pudéssemos pagar à partida. E se tivéssemos que pagar também a boda, nunca na vida iríamos contratar serviços que não tivéssemos dinheiro para pagar, contando que os convidados nos dessem prendas em dinheiro suficientes para tal. E se não dessem? Ía eu assaltar um banco? Ía pedir um empréstimo?! No way! Se fôssemos nós a pagar, das duas uma: ou queríamos muitos convidados e teríamos de escolher um sítio económico, ou se quiséssemos ir para um sítio caro teríamos de restringir os convites. Fosse qual fosse a opção teria de ser sempre dentro das nossas possibilidades.
Agora toda a gente gosta de fazer um vistão na festa de casamento, contratar grandes quintas, serviços de catering que levam para cima de cem euros por pessoa, etc., tal como fez esta minha amiga, contando que os convidados lhes pagassem a festa. Digam-me se isto é normal. Eu não acho.
Eu sou daquelas pessoas que ainda tem o pensamento idílico que devemos ter na nossa festa apenas aquelas pessoas que nos são especiais, sejam família ou amigos, e devemos querer que elas estejam presentes pelo que são e pelo que representam para nós, não pelos presentes que nos possam dar. Para mim, não faz qualquer sentido dar uma festa para que sejam as outras pessoas a pagá-la.

sábado, 13 de outubro de 2012

blusão de ganga

A peça mais odiosa que nosso senhor ao mundo da moda deitou! Credo, odeio!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

mini-ajudante

- "Ai, Minúsculo, estou tão cansada! Não vês que agora a mãe está sozinha a tratar de ti e da mana e não tem ninguém que ajude?"
- "Mas eu ponho a mesa... Não achas que isso é uma ajuda?"

Meu Minúsculo é a coisa mais querida do mundo e arredores. Não é que me passou logo o cansaço?

Meu Minúsculo tem 300 mil demonstrações de carinho para comigo por dia, beija-me, abraça-me, vem para o meu colo... "És a melhor mãe do mundo!", "A tua comida é a melhor do mundo!", "Esta sopa está deliciosa!", "Amo-te até ao fim do mundo, até ao fim dos infinitos!" são algumas das suas declarações de amor. Com o pai é a mesma coisa. A Minúscula também vai pelo mesmo caminho. Algumas pessoas dizem-me que eles têm mimo a mais. Eu acho que têm a conta certa. Aliás, como poderiam eles dar mimos como dão e demonstrar carinho e afecto como demonstram se não os recebessem?

dúvidas existenciais...




Esqueçam os sapatos e a modelo! Os meus sapatos são normais, de salto alto, e não aquelas botifarras! O meu corpo também é normal, nada daquele monte de ossos!
Que meias usar com este vestido e com uns sapatos de salto alto para um casamento às duas da tarde? De vidro côr da pele? De vidro pretas? Opacas pretas? Ai, mulher sofre!... Aguardo as vossas sugestões. ;)

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

apurar responsabilidades II


O seguro do clube de natação não cobre este tipo de maleitas, só cabeças partidas e afins.

O responsável da câmara pelas piscinas afirmou com toda a certeza que era completamente impossível a criança ter apanhado lá o molusco.

Esta afirmação brilhante e cheia de fundamentação científica suscitou o seguinte comentário do médico: então se é impossível o seu Minúsculo ter apanhado lá a doença, quer dizer que os outros também não apanham. Continue a levá-lo à natação e a fazer tudo normalmente como sempre fez.

Segundo o médico, esta doença não é nada de grave e não há medicamentos que a eliminem. Apenas se deve dar tempo ao organismo para aprender a reagir e a combater o vírus. Pode desaparecer tão depressa como apareceu. Se as bolhinhas fossem demasiado grandes e incomodassem tiravam-se, o que não é o caso, pois nem um milímetro de diâmetro chegam a ter.

É óbvio que a responsabilidade é da câmara municipal, que pelos vistos não tem zelado pela boa higiene do local.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

apurar responsabilidades

Uma coisa é certa: o Minúsculo apanhou o molusco contagioso na piscina onde pratica natação.
Agora quem é que se responsabiliza? O clube de natação ao qual pago seguro? A câmara municipal a que pertencem as piscinas?

domingo, 7 de outubro de 2012

bodas de açúcar

Hoje são celebradas as bodas de açúcar cá em casa! :)
Para comemorar os seis anos de casamento: um bolo bem doce de laranja com cobertura de chocolate. Fotos? Já não é possível tirar... ;)

sábado, 6 de outubro de 2012

molusco contagioso

Meu Minúsculo apanhou molusco contagioso. Provavelmente na piscina e vai ter de deixar a natação, pelo menos até estar curado. :/ Felizmente só tem meia dúzia de bolhitas no peito, pequeníssimas, e espero que não alastre.

IMAGEM COPIADA DA NET

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

faz parte de crescer

Agora que meu Minúsculo aprendeu a andar de bicicleta sem rodinhas, acha que é o maior. Sempre que temos de ir a pé a algum lado, ele quer ir de bicicleta. Ontem fomos levar o lixo e ele espetou-se para a valeta, arranhando-se nas silvas.

- "Olha para isto, estou todo ferido! E agora? Eu antes não estava assim!"

Pensam que largou a bicicleta? Nada disso. C'órgulho! :)

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

desabafo

Nem sei porque é que continuo a  visitar e a comentar certos blogs que nem um "olá" me dizem. :/ Que nem quiseram saber de perguntar como está o meu irmão, quanto mais desejar as melhoras. Não lido bem com mal-agradecidos, pronto.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

falta-me o ar

Tenho o meu irmão mais novo internado vai para três semanas. Um sufoco. Tento dar todo o apoio à minha mãe, mas tomara-o eu era para mim. :(

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

news

No news is (not) good news.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

recado

Segunda-feira, nove da manhã. Levo o Minúsculo à escola. Entro na sala e dirijo-me à educadora.

- Preciso de falar consigo.
- O horário de atendimento é dia "tal", às "tantas" horas.
- Pois sim, mas o que eu quero falar não pode esperar até lá. Quero avisar que durante esta semana virei buscar o Minúsculo depois de almoço e não às 15h!

Será que ela estava mesmo à espera que eu marcasse uma reunião para dar um recado destes?!

sábado, 15 de setembro de 2012

Belle du Jour

O blog Belle du Jour comemora 6 meses de existência e está a fazer este fantástico giveaway!

Participem também!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

"regresso às aulas"

Hoje é o dia de "regresso às aulas" do meu Minúsculo. Às 9:15 fui levá-lo. Ele ficou bem e feliz, mas eu não. Depois do almoço vou buscá-lo de novo para debaixo da minha asa, ai vou vou! :)

terça-feira, 11 de setembro de 2012

follow the flock (NOT!)

Já disse que detesto rebanhos? Não de animais, é de gente mesmo que estou a falar!
Tive uma reunião que antecede o início do ano lectivo do meu Minúsculo e tive de me chatear.
Normalmente toda a gente concorda com a educadora, toda a gente lhe faz vénias, toda a gente diz que sim a tudo. Ora eu não sou assim, se não concordo com alguma coisa manifesto-me, explico o meu ponto de vista, claro que tento por tudo defender o que quero e penso.
E depois sou eu que sou sempre do contra e antissocial, ora porque quero a factura do dinheiro que dou mensalmente para material, ora porque acho que não se deve gastar esse dinheiro mal gasto, ora porque não quero que dêem gomas ou rebuçados aos miúdos na escola, enfim...
Estou farta daquela rebanhada de pais que não consegue pensar pela própria cabeça, que só pensa em gastar dinheiro desnecessariamente, que não tem um pingo de tolerância por quem não vai nas mesmas rebanhadas nem anda a "lamber o cú" aos outros! Perdoem-me a expressão, mas estou mesmo passada!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Identificar-me com algo é...

 
"Concluí que o que nos faz ficar tão magoadas com o facto de os nossos pais não entenderem, criticarem, contestarem a forma como criamos os nossos filhos, é mais do que insegurança, é mais do que medo de estar a fazer mal, é mais do que necessidade de ter a sua aprovação. Claro que é isso tudo mas também é o facto de termos que nos confrontar com a constatação (ok, talvez seja inconsciente) de que a nossa infância não pode ter sido tão boa como nós imaginávamos ou ou ainda pior do que imaginavamos.

Talvez quem se sente magoada agora seja a menina que outrora fomos, a que não mamou o suficiente, que não dormiu com os pais, que não teve colo o suficiente, que não chorava quando a mãe virava costas, que ouviu muitos nãos sem sentido, que cresceu entre limites e regras arbitrárias, que levou algumas ou muitas palmadas, que conheceu bem o sistema de castigos e recompensas, que comeu sempre tudo até ao fim para ter direito a gelado, que aprendeu a ser uma boa menina para merecer amor e mesmo assim, sentia que não o merecia...

Que essa mãe, tenha agora a presença de alma para não justificar a utilização dos mesmos meios com os seus filhos e que, a filha que ainda somos, saiba perdoar os pais e ama-los por terem feito, e continuarem a fazer, o melhor que sabem.
Só assim nos curaremos, curaremos os nossos pais, criaremos futuros pais e mais felizes."

Pela autora de Want a Miracle

a tristeza

Estou triste. Mas nada que o ordenado do Cristiano Ronaldo não resolvesse...
Ai, mas esperem, o Cristiano Ronaldo recebe o ordenado do Cristiano Ronaldo e também está triste.
Afinal o dinheiro não ía resolver nada. Quero continuar pobre!

terça-feira, 4 de setembro de 2012

oração

Senhor,
fazei com que me saia o Euromilhões. Ou então tirai-me todo o bom gosto.
Amén!

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

digno de registo

Algumas coisas engraçadas que os Minúsculos dizem...

Ela:
- Mécalas (melgas)
- Pucalas (pulgas)
- Xô galinha! (Quando quer afastar alguém.)

Ele:
- Gosto muito da história dos 3 porquinhos e do Lombo Mau!
- Nós temos 3 peixinhos num aquelário!
- A mana já tomou o antiquibiótico?

Ela ainda não consegue mesmo dizer algumas palavras correctamente. Ele consegue dizê-las todas, mas mesmo assim há algumas que ainda não me apetece corrigir por serem tão deliciosas... :)

***

Neste preciso momento estão os dois a brincar na sala: ele a fingir que é um cão e ela a dona. "Manda-me para a casota!" - diz ele. Oh god!

***

A Minúscula ontem fez xixi no bacio antes da sesta. Viva!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Jonesy

Afinal a fera ficou a chamar-se "Jonesy", é o nome do gato que aparece no "Alien", um filme de culto cá em casa. :)



Tal como o Jonesy do "Alien", o nosso Jonesy é um sobrevivente: já sobreviveu a duas entaladelas na porta do carro, quando tentava esgueirar-se para dentro do mesmo. Não foi nada, comparado com um confronto com um Alien, portanto. Estrebuchou um bocado mas, dois dias e algumas fatias de fiambre depois, já estava fino outra vez.


Bom, mas esta situação das entaladelas não se vai repetir, pelo menos no mesmo carro, uma vez que o vamos trocar ainda esta semana. O carro, não o gato! :D

Perdi o juízo?


terça-feira, 28 de agosto de 2012

ficção ou realidade?

Conheci há dias um blog, supostamente da mãe de um recém-nascido, que entre outras escolhas pouco acertadas, escolheu não amamentar o bebé. E orgulha-se disso, como se fosse a escolha mais acertada do mundo, e espalha-o aos sete ventos. Tento reflectir no porquê do relato de tantos disparates e só consigo chegar a uma conclusão: todo o conteúdo do blog só pode ser ficção!

sábado, 25 de agosto de 2012

dos Minúsculos e da mãe deles

Dela - A recuperar de uma amigdalite. Teve febres altas (39-40), mas sempre bem disposta, embora quase sem apetite nenhum.

Dele - antes de tomar banho disse assim: "Mãe, não te preocupes, eu desvisto-me sozinho!" (Despe-te lá então para eu te "des-sujar!", pensei eu.) O meu Minúsculo tem saídas brilhantes, tenho pena de não registar mais vezes!

De mim, já agora! - Ando esquecida de todo. Esqueço-me onde ponho as coisas, abro o frigorífico ou os armários e esqueço-me do que ia buscar, vou para sair de casa e esqueço-me sempre se verifiquei se a porta das traseiras está fechada, por vezes entro numa divisão e esqueço-me do que ia lá fazer. Isto está bonito... Podia fazer uma pesquisa sobre com que idade aprecem os primeiros sinais de Alzheimer, mas não me quero assustar.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

branco

Não sei porquê, mas ando virada para o branco. Dos saldos vieram, para mim, um vestido, uma t-shirt e uma blusa; e para a Minúscula, duas blusas, um vestido e uns calções. :)

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

dia de praia

Foi mesmo isso que fizemos ontem, um dia todo passado na praia. Não estava muito calor, os Minúsculos já não são nenhuns bebés e resolvemos "arriscar". Enchemos a geleira de iogurtes, fruta, água e sandochas, fiz como a Kiki e levei também um termo com sopa para os Minúsculos. Levámos o chapéu de sol e a respectiva "saia" para estarmos resguardados à sombra na hora de maior calor, as toalhas e, claro, os brinquedos de praia!
Foi um dia espectacularmente bem passado, os Minúsculos portaram-se lindamente, comeram bem, fartaram-se de brincar na areia e na água e a Minúscula até dormiu uma sesta na "barraca"! Logo ela, que só dorme na cama dela, contra todas as expectativas dormiu a sesta à luz do dia e com todo o barulho envolvente.
Da última vez que fomos à praia, a Minúscula não gostou nada da areia e do vento que estava, mas desta vez correu lindamente, divertiu-se imenso nas brincadeiras com o mano e os pais e portou-se como uma senhora. Eu adorei e vim de lá muito orgulhosa dos meus meninos! Uma experiência a repetir mais vezes, só é pena termos de fazer mais de uma hora de caminho para chegar à praia.

Que não se exaltem os anónimos, quais tubarões sedentos de sangue, que as crianças e os adultos estiveram sempre protegidos com protector solar factor 50 e resguardados do sol e do calor dentro da tenda nas horas de maior calor!!!

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

O que eu me rio...

Com aquelas pessoas que pensam que estão a dizer (ou a escrever) uma grande coisa e depois são só erros, uns atrás dos outros.

Como por exemplo:

- o "stander" de automóveis!
- a pele "utópica"!
- o "estrelizador" de biberons!
- o arroz "brasmati"!

E vocês, com que é que se riem? :D

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Casamentos e batizados, só vão os convidados!

Uma amiga de longa data vai casar. Comunicou-nos muito antes de entregar o convite, tudo muito bem, claro que íamos, já eles também vieram ao nosso casamento. Aliás, nem era preciso convite! :)
No fim-de-semana passado vieram entregar-nos o convite, um "pro forma" apenas, pois já estávamos mais que convidados; abrimos mas nem prestámos muita atenção ao texto, pois já sabíamos a data, a hora, o local, etc.
Só depois de eles irem embora é que estivémos a ver o convite com atenção e no fim dizia: o convite não é extensível a crianças. WHAT?!

Bem sei que uma festa, seja um casamento ou outra qualquer, se aproveita muito mais se não tivermos de tomar conta dos nossos filhos. Bem sei que estaríamos muito mais descontraídos e descansados. Talvez até no fundo saiba que não foi com má intenção que as crianças foram excluídas da festa. Mas... posso ser eu a decidir se quero estar descansada e sem os meus Minúsculos numa festa?

Quais são os pais que se sentem bem a ir a uma festa da qual os seus filhos foram excluídos? O meu primeiro pensamento foi "Se os meus filhos não são bem vindos, porque raio hei-de eu ir?"

Não entendo esta exclusão. Por acaso acharão os noivos que as crianças lhes vão dar trabalho a eles? No meu caso garanto que não, se levo os meus filhos para festas é para tomar conta e me responsabilizar por eles. E aliás, as crianças divertem-se imenso num casamento umas com as outras quando já andam e correm. Fartam-se de brincar, dançar, conhecer pessoas novas, outros meninos.

Achei de mau tom esta exclusão, não me sinto desejada numa festa da qual os meus filhos foram excluídos e não quero mesmo ir. Teria com quem os deixar se assim desejasse, os avós, os tios e os padrinhos quase que se arranham para ver quem fica com eles! Repito: se assim desejasse e não quando me é imposto. Detesto imposições e esta é de muito mau tom, na minha opinião.

O meu problema agora é: como é que dizemos que não vamos por causa disto?

terça-feira, 7 de agosto de 2012

macarons


Acho estes biscoitos/bolachas (?) tão lindos e fofinhos e ando com vontade de experimentar fazê-los. Mas... serão bons? É que nunca vi à venda para comprar e experimentar, só em fotografias, daí a minha dúvida. :)

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

inveja

A chinesa da loja a que costumo ir tem filhos da idade dos meus Minúsculos e está grávida do terceiro. Fiquei invejosa!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

peónias

Adoro peónias! Mas até ao momento só as vi em floristas, nunca num jardim ao natural... Anda por aqui alguém que já as tivesse cultivado? Onde encontrar sementes? Que cuidados ter?



Aren't they something?! :)

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

vício

Acho que estou viciada em doces. Sempre gostei, claro, mas começo a achar que agora é demais. Tenho de ter sempre um doce em casa para ir comendo, ou um bolo, ou uma sobremesa, ou um gelado... E o pior de tudo, ando numa fase desde o Natal passado (ou lá o que é) em que o meu metabolismo mudou do dia para a noite: como tudo o que me apetece, em quantidades bem jeitosas, e não engordo. Quando tinha tendência para a engorda, lá punha um travão naquilo que comia, mas agora... só estou bem a comer coisas boas!

segunda-feira, 30 de julho de 2012

inacreditável

Hoje em conversa com uma mãe cujo filho é colega do meu na natação fiquei a saber que a educadora há dias lhe deu uma bofetada que até saltou o sangue pelo nariz à criança (de 5 anos). Então o que é que ela fez? Foi lá falar com ela TRÊS dias depois, porque não a conseguiu apanhar antes (?), e apenas perguntou o que se tinha passado. A educadora lá lhe disse que ele era um menino difícil e ela se descontrolou e perdeu as estribeiras. E ficou por isto mesmo!
Alguma alminha que me lê deixava que a situação e a educadora passassem assim impunes? Não íam no próprio dia à procura da educadora para tirar satisfações? Não apresentavam logo queixa na escola / agrupamento / DRE ou o diabo a sete? Serei a única pessoa a achar isto inadmissível? Ainda por cima a criança ficou com a camisola suja de sangue! Não era de guardar como prova e fazer uma queixa na polícia? Não era de levar o menino às urgências e apresentar queixa ao Delegado de Saúde?
Fiquei a ferver com isto! Como é possível? Como é possível haver pessoas a tratar assim as crianças? Ainda por cima profissionais de educação! Meu Deus... Bater? Voltámos atrás no tempo e eu não reparei?!

domingo, 29 de julho de 2012

dos saldos

Prénatal
- umas Havaianas para cada Minúsculo: 6 euros cada
- um polo e uma t-shirt para o Minúsculo: 3 euros cada
- uma t-shirt e uma sweat para a Minúscula: 2 euros cada
- vários pares de meias para ambos: 0,78 euros cada

Zippy
- umas sandálias e uns sapatos de lona para a Minúscula: 2 euros cada
- uns calções de banho para o Minúsculo: 0,50 euros
- várias t-shirts para ambos: 1, 2 e 3 euros cada
- 2 vestidos para a Minúscula: 5 euros cada

Zara
- calças para os Minúsculos: 7,99 euros cada
- 2 pares de sapatos para a Minúscula: 9,90 cada

Tudinho já a pensar na próxima estação e no próximo ano! Gostei e se calhar ainda lá volto daqui a 15 dias... ;)

quinta-feira, 26 de julho de 2012

depilação


Comprei ontem numa loja Carlos Santos este aquecedor de roll-on de cera para fazer a depilação em casa. Estava em promoção e custou 6,90 euros. Mais 2 roll-on e mais uma embalagem de 100 tiras de papel, ficou tudo em 14 euros. Normalmente, na minha esteticista pago 17 euros para fazer meia perna, axilas, virilhas, buço e sobrancelhas. Vamos lá ver se me desenrasco e começo a poupar na esteticista... :)

terça-feira, 24 de julho de 2012

"Adeus, querida chupeta!"

O Minúsculo foi dormir uma noite a casa da avó e eu, mãe desnaturada, esqueci-me de lhe mandar a chucha na mochila. Foi a deixa perfeita. "Já és grande, e tal, já não precisas de chucha para nada!..." E foi assim: desde a semana passada que o meu Minúsculo grande já não usa chucha. YAY!

A fralda da noite também está quase a ser abolida. Ponho-la sempre, mas antes de me ir deitar por volta da meia-noite, vou pôr sua excelência, o Minúsculo, que já está a dormir quase há 3 horas, a fazer xixi e tem-se aguentado até de manhã sem fazer mais na fralda. Fica todo contente quando acorda e percebe que tem a fralda seca. E eu também!
Não é que me importe que ele ainda use fralda de noite, ele tem apenas 4 anos, o que me chateia bastante é que já experimentei tudo que é marca e tamanho e ainda não encontrei uma que contivesse o xixi de uma noite inteira.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

mania das limpezas

Sim, sofro deste mal. Mas ando numa fase em que não suporto tarefas domésticas, então as limpezas têm sido uma tortura para mim, um verdadeiro sacrifício.
Por um lado não suporto ver pó em cima dos móveis, ciscos no chão, cabelos no WC; por outro, o tempo que gasto com as limpezas do dia a dia faz-me tanta falta para fazer algumas coisas que adoro, como ler ou costurar... Ou simplesmente sentar-me no sofá a ver um bocado de TV. Olhem que é raro o dia em que lá sento o cú!
Sinto que não aproveito a minha casa, mas sou antes uma "escrava" dela. É uma casa grande, logo para limpar como deve ser de cima a baixo demoro sempre dois dias: um dia para o primeiro andar e terraços e outro para o rés-do-chão.
Tenho pena de não ser daquelas pessoas que conseguem dividir as tarefas pelos dias todos e limpar uma divisão por dia. Para mim não dá! Quer dizer, limpo a cozinha e deixo o corredor? E depois? Ando a levar o pó do corredor agarrado aos pés para a cozinha? Para mim não faz sentido, tem de ser tudo a eito!
Mas isto anda-me a consumir, sinto que não faço outra coisa, e eu gosto tanto de fazer outras coisas... Cada vez que penso que é dia de limpezas fico com uma neura enorme, cada vez detesto mais. Só peço a Deus Nosso Senhor que este ano consiga colocação para ter uma margem de manobra e conseguir contratar uma empregada, nem que seja só de 15 em 15 dias!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

um velório perturbador

Esta semana fui ao velório da sogra de uma amiga. A senhora já era idosa, estava doente e em sofrimento há vários anos, foi uma caridade de Deus...
Mas vim de lá desfeita. A senhora tem um filho já de 40 anos com síndrome de Down e nos últimos anos, com a impossibilidade da restante família os ter ao seu cuidado, estavam os dois num lar. Ele é um amor de menino (será sempre um menino, para nós que o conhecemos), muito querido e trabalhador, em casa ajudava a mãe em tudo, lavava, cozinhava, vinha todos os dias despejar o lixo ao contentor perto da casa da minha mãe. Ele estava lá no velório e era uma dó, chorava, agarrava-se à mãe, fazia-lhe festas e pedia-lhe que o levasse com ela... Até hoje poucos velórios me perturbaram como este.
Também eu tenho um irmão deficiente e tenho muito medo que um dia que os nossos pais nos faltem, não tenha disponibilidade para tomar conta dele. :( E tenho receio da reacção dele a uma coisa assim, de se ver sem pais, de ter de passar algum tempo numa instituição se eu estiver a trabalhar, ou eu até não ter possibilidades financeiras... Não sou pessimista e raramente penso nisto, mas quando penso é coisa que me deixa mesmo em baixo.


**********

E porque a vida não é só tristeza, muito pelo contrário, deixo aqui uma grande beijoca de parabéns à minha amiga Rita pela nova gravidez não de um, mas de dois pimpolhos!!! YAY!!!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

"madeixas"

Hoje fui cortar o cabelo. Não sei o que a minha querida Bela me fez, que fiquei com os cabelos brancos todos à vista. É óbvio que eles já cá estavam há muito, mas nem eram muito evidentes. São tantos, mas tantos, que parece que fiz madeixas! Confesso que nem desgosto... :)

segunda-feira, 16 de julho de 2012

bicharoco contra-ataca

A semana passada atacou a Minúscula, esta semana foi a vez do Minúsculo. Meus pobres bebés... :(
E não é que o bicho tem corrido toda a gente? Eu e o pai, os meus pais, os meus sogros, o meu irmão, os meus cunhados, afilhado e sobrinha... foi tudo a eito, para ninguém ficar invejoso! Eu a pensar que o Minúsculo escapava... Mas não, lá lhe calhou também a ele. Last but not the least...

terça-feira, 10 de julho de 2012

maravilhas da amamentação

Ainda amamento a Minúscula e ainda bem que o faço, de outra maneira penso que não teria curado a gastro tão depressa! Ontem e domingo mamou montes de vezes e foi a única coisa que se lhe manteve no estômago e não veio para fora. Conservou-a alimentada e hidratada. Hoje já está fresca que nem uma alface! :)

Desde que fez dois anos optei por só lhe dar mama quando pede. Normalmente só pede à noite, antes de dormir, e já nem é todos os dias. Mas se for eu a oferecer nunca recusa! Assim, nestes dias ofereci-lhe sempre que pude - bem como outros alimentos, que me mandou comer a mim! - e foi a única coisa que nunca rejeitou.
São estas coisas, entre outras, as maravilhas da amamentação! :)

segunda-feira, 9 de julho de 2012

bicharoco

Houve um vírus qualquer que nos atacou, a mim e à Minúscula, e estamos as duas com vómitos. Eu aguento-me bem à bronca, ele é que é pior, coitadinha... Ontem vomitou duas vezes, não aguenta nada no estômago. Tenho estado a dar Dioralyte, ice tea fresquinho e muita mama. Foi uma noite longa, acordou mal disposta algumas vezes, mas mamava e voltava a dormir mais um pouco. Agora mamou outra vez e está a descansar. Odeio ver a minha princesa assim... :(

quinta-feira, 5 de julho de 2012

breve momento de lucidez*

Às vezes, durante pequenos instantes, quase que compreendo aquelas mulheres que dizem não terem sido feitas para ficar com os filhos em casa, que não conseguiam estar sem trabalhar fora de casa...

*ou de loucura, depende do ângulo.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

quarta-feira, 20 de junho de 2012

o nome do gato

Ainda não foi baptizado o gato... Que me dizem de "Chequeléque"? Aceitam-se sugestões... :)

terça-feira, 19 de junho de 2012

No que eu me fui meter...

Este fim-de-semana fomos a casa de uns amigos cuja gata tinha tido gatinhos. Os Minúsculos ficaram doidinhos e eu, derretida, lá concordei em adoptar um bichanito...
O pai dos Minúsculos sempre quis que tivéssemos um gato, pois em casa dos meus sogros sempre houve um gato (um gato e... sofás sempre esfanicados, pêlo de gato por todo o lado, o gato a passear por cima das bancas, o gato a dormir com as pessoas, tudo coisas que eu adoro!!!) e ele gostava muito. Os Minúsculos adoram gatos porque... porque são crianças e adoram qualquer animal! Eu gosto de gatos porque acho fofinhos, macios, brincalhões... Mas daí a tê-los dentro de casa vai uma grande distância!
Então é assim: o gato vem, mas não entra em casa que eu gosto muito do meu sofá tal como está. Vai ser bem tratado, alimentado e tudo e tudo mas vai ficar no alpendre com acesso ao pátio, numa caminha aconchegadinha e fofinha que aliás, é como ele e os irmãos têm vivido onde estão. Estou a ser muito má?

domingo, 17 de junho de 2012

máscaras

Não há nada que me dê mais gozo do que ser querida e simpática e toda sorrisinhos e beijinhos com gente que me detesta e que adora dizer mal de mim. Então se for ao pé de pessoas para quem essa pessoa me andou a difamar, tanto melhor! :D Hoje estou assim, toda eu um doce!

sábado, 16 de junho de 2012

directamente do produtor


Ou melhor dizendo, da produtora. Da horta da minha santa mãezinha para uma (várias) panela de sopinha!

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Apresento-vos...

O Chequeléque!

Azreal.jpg

Já conheciam, não já? ;) É o Azrael dos Estrunfes!

Um doce...

... a quem conseguir decifrar quem é o Chequeléque, na linguagem da Minúscula!

Uma pista: é um desenho animado de quatro patas. ;)

quinta-feira, 14 de junho de 2012

desfralde nocturno

Gostava tanto que o Minúsculo, agora com 4 anos, deixasse de fazer xixi de noite e deixasse a fralda de uma vez por todas... Nem é pelo que gasto em fraldas porque um pacote (dodot ou huggies, tamanho 5 extra ou 6) dá para um mês, é mesmo porque não há fralda que aguente uma noite inteira, há sempre fugas e é raro o dia em que não tenho que mudar a roupa da cama. Ele coitadinho nem sabe que faz, faz a dormir, nem sequer acorda com a vontade de fazer xixi.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

cúmulo do ridículo

Deixa de amamentar o bebé porque diz que este tem alergia ao leite materno (?) e depois vem queixar-se que não tem dinheiro para o leite adaptado! Digam-me lá se não é de gente inteligente? Ainda por cima nem sequer procurou um especialista para avaliar a situação, baseou-se no facto de aparecerem manchas e escamas na pele. Se há coisas que me deixam possuída, as desculpas esfarrapadas para não amamentar é uma delas. Oh gente ignorante... Ah, e quando lhe disseram para retirar a PLV da sua própria alimentação, que isso sim poderia provocar alergia, disse que não podia!

terça-feira, 12 de junho de 2012

sardinhas

Eu adoro sardinhas assadas. E hoje, ao comentar um post da Duchess sobre o assunto, veio-me à memória uma recordaçao de infância, de quando tinha uns 6 anos talvez.
A peixeira passava na terra dos meus avós por volta das 11h e apitava muito. A minha avó ía à sardinha para o almoço, mas o meu avô pegava em duas naquela hora e assava-as para nós. Tirava a espinha à minha, punha-ma dentro de um paposseco e regava com azeite. Como eu me regalava com aquela sandes de sardinha às onze da manhã... Se fechar os olhos ainda lhe sinto o sabor!


sábado, 9 de junho de 2012

Miltonia

Comprei ontem a minha primeira Miltonia, linda e perfumada que só ela!

Bunches.co.uk Miltonia Orchid Plant PMILP

Já andava "à caça" de uma há que tempos. Normalmente compro as minhas orquídeas (todas Phalaenopsis) no Continente quando fazem a promoção dos 4,99 euros e embora nunca lá tivesse visto destas, já me tinham dito que costumavam ter mas que uma destas aparecia uma em cem Phalaenopsis. Ontem apanhei uma dessas promoções e tanto vasculhei que encontrei uma Miltonia. Não sei se sabem, mas as Phalaenopsis não têm cheiro, ao contrário desta que deixa a divisão onde está perfumada todo o dia, mas em especial à noite que é quando liberta maior fragrância.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

polémicas

Dei mesmo agora com uma polémica "engraçada" no Facebook. Uma página de receitas exibia fotos e receitas que, alegadamente (adoro esta palavra!), haviam sido "roubadas" de outras páginas e blogs de culinária. A suposta prevaricadora estava a ser enxovalhada de ladra para baixo, acusada de ter roubado as fotografias, um verdadeiro pé-de-vento.
Agora eu pergunto: se as pessoas não queriam que ninguém copiasse ou utilizasse as suas imagens porque raio as puseram na Internet e com isso as tornaram públicas? Se não querem que estas coisas aconteçam, não publiquem. Já se sabe como são estas coisas da Internet... E em vez de se afligirem se Fulano ou Sicrano copiou uma imagem sua deviam antes preocupar-se com aquilo que o Facebook faz com as informações que lá põem e que supostamente são privadas, isso sim daria pano para mangas! Agora uma fotografia de um pão-de-ló?! Good Lord...

terça-feira, 5 de junho de 2012

de igual

Adoro vestir os Minúsculos de igual. Quer dizer não é bem, bem de igual... É a condizer! E às vezes é tão simples e barato: os dois de calças ou calções de ganga e de T-shirt básica vermelha, por exemplo.

Estas jardineiras foram a minha última aquisição para os vestir a fazer "pendant". Podem conjugar-se com T-shirts básicas vermelhas, amarelas, brancas ou azuis escuras que se encontram em qualquer Zippy ao preço da chuva. Às vezes não é preciso gastar muito, é preciso é ter imaginação!


Para ele


Para ela


Para o ano que vem, a saia já não deve servir à Minúscula. Vestirá então os calções que agora são do Minúsculo e para ele comprarei outros iguais. Adoro estas jardineiras! Também as há em ganga e em vermelho às riscas (e muitas outras cores e padrões), embora para o Minúsculo não goste de ver os calções em vermelho. As riscas azuis são as minhas predilectas para ambos. São da marca Oshkosh.

Jardinagem

Hoje, depois de ter lido practicamente tudo o que há na Internet sobre o tema, enchi-me de coragem e separei uma muda da minha Mini-Phalaenopsis.

Por favor, Senhor, fazei com que não quine! :)

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Fim-de-semana preenchido

No sábado fomos à festa de anos de um querido amiguinho de palmo e meio e foi muito divertido. Fomos muito bem recebidos e adorámos. :) A parte preferida do Minúsculo foi uma pinhata que houve no final, foi tão divertido! Ele tinha visto recentemente um episódio do Dino Dan em que havia uma festa com uma pinhata e achou o máximo, e depois poder ver ali uma ao vivo e a cores e ajudar a rebentá-la foi muito engraçado.
No domingo fomos à feira/expo aqui da terreola. O Minúsculo e o primo fartaram-se de andar de carrossel e brincaram imenso.
À noite, inspirado num episódio do Ruca, lembrou-se que queria pizza para o jantar e que queria fazer a sua própria pizza: "Mãe, podemos fazer a nossa própria pizza!" Então lá fui eu comprar queijo ralado, que era a única coisa que cá não tinha e não podia mesmo faltar, enquanto a máquina do pão ficou a fazer a massa. Depois dividimos a massa em três partes, duas pequenas para ele para a Minúscula e uma grande para nós pais. Foi ele que esticou a massa (bom, eu dei uma ajuda), espalhou o molho de tomate e o queijo e depois salpicou com atum e cogumelos. Estava entusiasmadíssimo, adorou mesmo! Costumamos fazer muitas coisas juntos na cozinha, mais bolos e bolachas, mas nunca o vi tão entusiasmado como ontem com a pizza! Foi um momento espectacular para ele, mas muito mais para mim, por o ver tão satisfeito! :)

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Heranças

O meu irmão, em pequeno, recebeu muitos Legos como prenda de Natal da empresa em que a minha mãe trabalhava. Mas infelizmente, devido às suas limitações, pouco brincou com eles... Nós é que montávamos, porque ele não conseguia, e depois não mostava interesse em brincar com eles, montar e desmontar. Isto há mais de 15 anos.
Aqui há dias lembrei-me de ir à procura desses Legos e consegui encontrar no sótão lá de casa 3 conjuntos completos! Mas ainda me falta encontrar pelo menos dois, um que era meu e dava para montar uma casa e outro do meu irmão que dava para montar um barco.
O Minúsculo delirou, adorou! Adora montar, desmontar, inventar, misturar... É capaz de passar imenso tempo entretido! Para mim, Lego é o melhor brinquedo de todos os tempos!
E para vós? Qual o melhor brinquedo de sempre? Qual o preferido dos vossos Minúsculos?





terça-feira, 29 de maio de 2012

modas

Mas agora é moda (ou legal?) transportar crianças em cadeiras dos grupos 1, 2 ou 3 viradas para a frente em carros comerciais? É que tenho visto muitas situações destas.

domingo, 27 de maio de 2012

destroçada

É como me sinto hoje. Descobri que a mãe da minha cunhada não perde uma oportunidade para dizer mal de mim, para me enxovalhar. Tem andado a dizer a meio mundo coisas gravíssimas a meu respeito. Na opinião dela, os meus filhos nem devem ser do meu marido e até inventou que sou uma malandra e até tenho empregada (tomara eu!)... Bom, a lista de mentiras e alarvidades que têm saído daquela boca porca para fora poderia continuar por uma noite inteira. E foi dizer estas e outras coisas horríveis para a minha sogra, que hoje não aguentou mais e nos contou tudo. Também a ela lhe tem feito a vida negra. Agora o meu marido e o meu sogro estão indecisos se devem contar tudo aos meus cunhados ou se vão eles próprios dar-lhe uma "ensaboadela" das antigas como ela merece. Que pessoa nojenta. Nunca lhe fiz mal nenhum, aliás ela e o marido são sempre convidados para minha casa e bem tratados por nós, sempre cheios de sorrisos e falinhas mansas e por trás faz-nos isto.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Amamentação

Volta e meia deparo-me com escritos sobre amamentação em revistas, blogues, facebook, etc. Deparo-me com afirmações de mães como: "foi um alívio deixar de amamentar", "amamentar foi uma tortura", "se tiver outro filho não vou dar mama", "quando o meu leite secou foi uma alegria", "o meu filho nunca mamou e é saudável", "o mais importante para o bebé não é a mama, é a mãe estar bem" etc., etc. E todas estas afirmações são merecedoras de aplausos, como se o esforço para amamentar não valesse a pena ou fosse mesmo visto como uma obcessão, desvalorizando-o.
A verdade é que amamentar não é fácil para muitas mães, exige sacrifícios, causa dores. Mas não é o fim do mundo e com preserverança tudo é possível. Não estou a dizer que se deva insistir a todo o custo até dar em maluca, por exemplo, o que estou a dizer é que por vezes a realidade não corresponde às expectativas que tínhamos e temos de nos esforçar mais para conseguirmos o que queríamos, porque o que tenho aprendido ao longo da minha ainda curta existência é que com esforço tudo se consegue.
No meu caso pessoal não amamentei o Minúsculo mais tempo porque não me esforcei o suficiente, porque não soube escutar bons conselhos e dei ouvidos a vozes que me diziam que o biberão também era muito bom. No imediato, sim, foi muito bom, foi um alívio para mim e óptimo para ele ter uma mãe mais bem disposta. Mas hoje em dia olho para trás e nunca vou deixar de sentir que lhe devo isso, ele merecia que me tivesse esforçado mais para conseguir. Não foi de todo uma decisão informada. No caso da Minúscula não me permiti cair na mesma asneira, informei-me, mentalizei-me que a ía amamentar mesmo antes de a "fazer". E com esforço, dores, sacrifício consegui. Consigo, aliás, mas já sem incómodos claro, que esses duraram apenas cerca de duas semanas.
Eu não pretendo criticar ninguém, nem quem deixa de dar mama cedo, nem quem a dá até tarde. São decisões e como tudo na vida são responsabilidade de quem as toma, mas acima de tudo, deviam ser decisões informadas. E talvez as pessoas devessem estar mais conscientes de que, querendo, é possivel ultrapassar as dificuldades, ter mais um pouco de espírito de sacrifício e de que é preciso esforçarmo-nos para conseguirmos aquilo que queremos. Porque a recompensa, que é a satisfação de atingirmos os nossos objectivos e de dar o melhor aos nossos bebés, essa não tem preço.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Full-time Mom, cozinheira nas horas vagas

No fim-de-semana passado (ao degustarem as maravilhosas iguarias que preparei para o aniversário do Minúsculo!!! :P), alguns familiares sugeriram-me que começasse a fazer para fora. Tenho algumas ideias a fermentar. Agora só não sei por onde começar... Criar uma página no Fecebook para divulgar? Imprimir uns flyers e espalhar aqui pela zona? Que tipo de clientes devo abordar? Restaurantes? Os vizinhos? Dicas precisam-se! :)

sábado, 19 de maio de 2012

Saldo do dia

Positivo! A festa correu lindamente, o dia aguentou-se sem chover até às 5 da tarde, os cachopos brincaram e divertiram-se até cair para o lado. :)

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Que frustração!

Estou furiosa e apetece-me matar alguém! Tenho um espaço ao ar livre espectacular para fazer a festa de anos do Minúsculo no sábado e... dão chuva para o fim-de-semana. :(

quarta-feira, 16 de maio de 2012

4 anos

Hoje é o meu mais velho que faz anos. O Minúsculo faz 4 anos! 4 anos muito bem preenchidos com muito amor, felicidade e muitas traquinices. Parabéns meu amor!
Hoje só há festa na escola, a festa em casa fica para sábado, que assim aproveita-se o dia todo!

O bolinho que fizemos os dois para levar para a escola.

Curiosidade: faço sempre os bolos de anos dos Minúsculos porque a minha mãe também fazia os meus e esta é uma das melhores recordações de infância que tenho - quando eu e a minha mãe fazíamos juntas o meu bolo! :)

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Grandes revelações

Vou então desvendar o mistério e revelar quais foram as minhas mentiras. Quase toda a gente acertou na 6 e na 7, mas poucos acertaram na 2. :)

1. Adoro costurar. Verdade, verdadinha!
2. Quando engravidei pela segunda vez queria muito uma menina. Mentira! Tal como da primeira vez, não tinha preferência nenhuma.

3. Já fui demonstradora da Tupperware. Por incrível que pareça...

4. A minha flor preferida é a orquídea Phalaenopsis. É mesmo. Não sou fã de orquídeas em geral, apenas desta e da enorme variedade de cores.

5. Durmo de relógio posto. Verdade! Só tiro para tomar banho.

6. O meu negócio caseiro está a dar prejuízo. Mentira! Tenho tido muito sucesso!

7. Hoje vou comprar croquetes e pastéis de bacalhau para o aniversário do Minúsculo que é já para a semana. Mentira! Fi-los eu mesma. :)

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Verdade ou mentira?!

Recebi este desafio da Magui.

O desafio consiste no seguinte:

1. Dizer 7 factos sobre ti (dos quais 3 são mentira);
2. Desafiar os seguidores a descobrir quais os 3 que são falsos;
3. Fazer um post a denunciar as tuas mentirinhas uns dias depois;
4. Passar o desafio, bem como o selo, a 5 seguidores que consideres merecedores, e a quem queiras agradecer o carinho que têm tido contigo.

Cá vão então as minhas mentiras... Conseguem descobrir quais são?

1. Adoro costurar.
2. Quando engravidei pela segunda vez queria muito uma menina.
3. Já fui demonstradora da Tupperware.
4. A minha flor preferida é a orquídea Phalaenopsis.
5. Durmo de relógio posto.
6. O meu negócio caseiro está a dar prejuízo.
7. Hoje vou comprar croquetes e pastéis de bacalhau para o aniversário do Minúsculo que é já para a semana.

Não vou passar a nenhuma seguidora em concreto, são todas especiais. Se acharem piada estão à vontade para fazer e eu terei muito gosto em tentar desvendar também as vossas petas! ;)

segunda-feira, 7 de maio de 2012

as birras

A Minúscula, em plenos "terrible two", faz birras. O Minúsculo, quase nos 4, birras faz. É normal, todas as crianças fazem e eu sei bem como lidar com elas: não lhes dar tempo de antena.
Agora, o que eu adoro é quando leio "os meus filhos não fazem birras porque eu não permito". Oi? Como é que é? Com assim, não permitem? Estas mentes iluminadas que escrevam mas é um livro sobre como é que isso se faz que vão ficar milionárias!

domingo, 6 de maio de 2012

et voilá!



Feliz dia da Mãe para todas as mães que me visitam! Em especial para a minha que eu adoro!

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Dia da Mãe


Não são amorosos estes porta-moedas?
Comprei as armações nos chineses por 70 cêntimos. Vou deitar as mãos à obra, a ver se sai alguma coisa de jeito para oferecer à minha mãe e à minha sogra. :)

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Investigação de preços

Sabem aqueles oculitos de sol que vos mostrei uns posts abaixo? Em vez de andar de loja em loja a ver, fiz uns telefonemas para investigar os preços (uma vez que tenho chamadas grátis 24/7) e nem imaginam a disparidade que vai por essas ópticas fora... Este ano não tenho ADSE, por isso tive de investigar onde estava o melhor preço!

Óptica aqui da terreola: 115 euros
Multiópticas Fórum: 105 euros
Multiópticas Dolce Vita: 99 euros
Loja online portuguesa: 95 euros
Loja online espanhola: 90 euros
Mais Óptica Fórum: 75 euros
Mais Óptica Dolce Vita: 65 euros

terça-feira, 1 de maio de 2012

Restaurantes

Desde que comecei a ver os programas do Gordon Ramsay, nomeadamente o "Kitchen Nightmares" (googlem ou vejam no youtube sff.), que desconfio de tudo o que é restaurante. Seja português, chinês, churrasqueira, fast-food... you name it! Nada me satisfaz e encontro defeitos em tudo. Ou são as batatas que têm muito óleo, ou é o bife que não é tenro, ou é notar-se que o peixe é congelado, ou é ver que o arroz branco é da véspera... Eu sei lá. Ultimamente acho que nada que tenha comido em restaurantes vale o dinheiro que paguei e apetece-me reclamar sempre. Sejam baratos ou caros.
Ainda ontem fomos a um restaurante que é muito gabado aqui nas redondezas pelo fantástico serrabulho. Pois digo-vos, naquele sítio ainda têm que fazer milhões, biliões!, de frigideiras de serrabulho até chegar à perfeição do da minha santa mãezinha!
Juro-vos: comer fora de casa nos próximos tempos? Nem pensar!
Estarei a ser muito exigente? Se calhar a culpa é dos programas... Precisarei de terapia?!


segunda-feira, 30 de abril de 2012

Fim-de-semana em cheio

Sábado: visita à exposição "Mundo dos Dinossauros" e ao Mosteiro da Batalha.
O Minúsculo adorou ver os dinossauros "a sérios" e o "castelo" da Batalha. Nós demos a volta ao mosteiro uma vez, mas ele, entre corridas para trás e para a frente, deve ter dado umas 3 ou 4!

Domingo: ida ao cinema de manhã e passeio na serra de tarde.
Fomos ver o "Tintin" ao cinema e os veados à serra. Adorámos! O Minúsculo portou-se lindamente no cinema (eu não tinha grandes expectativas, confesso!).

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Respostas

"Chéca" = ESCORREGA (Adora andar, mas confesso que às vezes até evito deixá-la andar, porque depois é uma gritaria para sair!)

"chacola" = ESCOLA :)

Agora uma muito fácil: "qué mêminha, mamã!" O que será?!

Quem adivinha?

Quem adivinha o que a Minúscula quer dizer quando diz "chéca"? :)
E quando diz "chacola"? :)

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Ainda não estou em mim...

Queria uma gabardine e vi algo parecido com o que pretendia na Zara e na Blanco, à volta dos 50 euros. Fui lá mas nem o modelo da Zara nem o tecido da Blanco me encheram as medidas. Havia ainda um modelo na Zara Kids do qual gostei, mas não tinham o 13-14 em beje. (Sim, há coisas da Zara Kids que me servem.) Nada feito.
Fui à Stradivarius à procura de umas calças azul royal quando bati com os meus olhitos numa gabardine bem jeitosinha. Experimentei e... espectáculo, serviu! Afinal esta loja não tem só roupa para adolescentes magricelas! Ainda não estou em mim, a roupa da Stradivarius serve-me! Trouxe esta gabadine e ainda as calças (número 36!). Estou para lá de contente! :)

(€29,95)

(€19,95)

terça-feira, 24 de abril de 2012

Desafio desta tarde para a minha cabeleireira

Transformar isto...



Nisto!

Short Medium Lenght Hairstyle 2012


Atenção que não tenho o cabelo desta cor, o meu é castanho claro. :)

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Candidatura submetida!

Desta vez o concurso não me escapou! :) Não tenho pretensões de conseguir um bom horário, só que conseguisse ficar perto de casa já era óptimo.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

trapitos

Post inspirado na Duchess.
Não sou fiel a uma só loja nem a uma determinada marca para vestir os Minúsculos. Vou a todas!
Gosto de 60% das coisas da Zara e da HM.
 
De 30% das da Zippy, básicos e clássicos como camisas oxford e pullovers para ele.
Não gosto da C&A, só dos bodies, são de excelente qualidade.
Gostava de 80% das coisas da Prénatal e da Chicco quando os Minúsculos tinham menos de 1 ano. Para mais velhos já não gosto assim tanto.
Dos trapitos Benetton: 80%. Óptimos básicos e gangas.

Tuc Tuc e Catimini: 80%, mas só lá posso ir nos saldos... Estes dois já moram no roupeiro da Minúscula, à espera de dias quentes!
    Brand new girls Catimini dress

Recentemente descobri a Mayoral: 80%, é a minha nova paixão!



quinta-feira, 19 de abril de 2012

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Estou irritada!

Deram-me um vestido para a Minúscula, mas era pequeno e fui à loja para o trocar. Não havia maior nem possibilidade de encomendar. Quer dizer, haver havia, mas a senhora diz que tem de juntar um mínimo de 300 euros para poder encomendar, logo não sei quanto tempo teria de esperar. Conclusão, acabei por trazer outro modelito no mesmo valor. Eis senão quando já em casa vou folhear um catálogo da Mayoral do ano passado e pimba, lá está o vestido. Impingiu-me um vestido do ano passado pelo mesmo preço do deste ano que levei para trocar. Agora não sei o que faça, a senhora é simpática e tudo mais, é comércio local, mas sinto-me enganada! O que fazer?!


Adenda: vou ficar com o vestido e não vou lá dizer nada, afinal é bem giro. Só lamento a atitude da senhora, que podia lá ter e vender as coisas de coleções anteriores, mas tê-las assinaladas como tal e em promoção. Bom, as atitudes ficam com quem as pratica.